25 Agosto 2007

Hão-de vir...

Evangelho segundo S. Lucas 13,22-30. Jesus percorria cidades e aldeias, ensinando e caminhando para Jerusalém. Disse-lhe alguém: «Senhor, são poucos os que se salvam?» Ele respondeu-lhes: «Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, porque Eu vos digo que muitos tentarão entrar sem o conseguir. Uma vez que o dono da casa se levante e feche a porta, ficareis fora e batereis, dizendo: 'Abre-nos, Senhor!' Mas ele há-de responder-vos: 'Não sei de onde sois.' Começareis, então, a dizer: 'Comemos e bebemos contigo e Tu ensinaste nas nossas praças.' Responder-vos-á: 'Repito vos que não sei de onde sois. Apartai-vos de mim, todos os que praticais a iniquidade.' Lá haverá pranto e ranger de dentes, quando virdes Abraão, Isaac, Jacob e todos os profetas no Reino de Deus, e vós a serdes postos fora. Hão-de vir do Oriente, do Ocidente, do Norte e do Sul, sentar-se à mesa no Reino de Deus. E há últimos que serão dos primeiros e primeiros que serão dos últimos.»



A porta estreita...muito há que desbastar para cabermos na porta estreita...tanta arrogância,tantas certezas nas nossas verdades,nos nossos critérios,tanta arrogância sobre a propriedade de Deus,tanto desprezo pelos que não falam a mesma lingua,não partilham da mesma cultura,têm hábitos e vivências diferentes.

Um novo Israel formou-se com as mesmas caracteristicas do antigo.Um Ocidente ,dito cristão,borbulhante de poder,ávido de prestígio e de conquista,com arremedos vagamente caritativos,mas usando e explorando os mais pobres e desvalidos.

Assim,hão-de vir do Norte e do Sul e do Ocidente e do Oriente ,quem não conhecemos,quem não esperamos,para se sentar à mesa do Reino...os de coração disponível e humilde...doce e fraterno...dando-se por nada...absolutamente gratuitos e despojados.

O Senhor mostra os convidados para as núpcias do Cordeiro:


34. Então o Rei dirá aos que estão à direita: - Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo,35. porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes;36. nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim.37. Perguntar-lhe-ão os justos: - Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber?38. Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos?39. Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar?40. Responderá o Rei: - Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes.Mat 25

Sem comentários: